Volte ao SPIN


quarta-feira, 14 de abril de 2010

Envelhecimento....tempo cruel

Clique na imagem para ampliar
Esta postagem de Luis Nassif me fez lembra disso:

Se me restasse apenas 1 ano de vida eu faria um gato no tempo
Ao invés de 1 ano eu poria na minha cabeça que restariam muitos meses ou dias ou minutos ou graus
A melhor vida é a dos graus.
Vamos às contas
Restaria a mim não 1 ano de vida mas, pasmem, 12.614.400 minutos!!!!!
Quantos graus?
Um momento..vou fazer o cáculo



Resultado
Mensagem exibida: o resultado é muito grande para ser exibido.
Vocês viram?
Olhem só o problema do meu pai,,um octogenário saudável que há mais de 30 anos espera a morte, tendo tomado há décadas as devidas precauções:
cavou a própria sepultura e a cobriu com uma pequena capela, aqual ele decorou com imagens de 12 santos, cada um representando um filho, sendo que eu sou o São José...se bem que eu gostaria de ser representado por São Sebastião.
Até a vela ele já comprou, segundo ele para evitar que, na hora da morte as pessoas ficassem loucas à procura da vela para por na mão dele...e se na cidade as velas estiverem em falta...melhor não correr este risco.
Como se vê, mesmo para os que a esperam, ás vezes a morte demora chegar.
Melhor não pensar nisso então e viver os graus que nos restam.
E são muitos..
Quantos graus ainda lhe restam de vida?
Pensemos nisso.
E parabéns a esta lindas senhoras representantes do tempo,,seu rostos outrora lindos e, agora, dissolvidos..
E por acaso não é assim mesmo?
Duvido que exista algum jovem ali na casa dos 22 anos que pense que um dia seu corpo bombadão vai derreter
Uma pena que ela não viva a vida em termos de graus e fique perdendo tempo com estas preocuapações bobas e até tomando bombas para adquirir massa muscular. fma
Dias atrás levei um choque quando um grupo de uns 10 jovens, garotos e garotas usando uniforme de uma escola, todos na faixa dos 17,,no máximo 18 anos,,,um deles encheu a boca para dizer "meu pai é bombadão"
Tenha a santa paciência.
Quer dizer que o pai herói de hoje é o pai bombadão?
Tanta diferença do meu tempo que tinha meu pai como herói não porcausa da ingestão destes hormônios mas por causa da sua força,,,nós trabalhávamos na roça,,cortávamos árvores para o plantio,,,isto quando não tinhamos consciência ambiental...
A minha admiração por meu pai é poque ele dava conta de carregar nas costas toras inteiras de jacarandá ou aroeira ou angico, o que lhe rendeu problemas do quais ele padece hoje tais como bursite
Tenho saudades da roça.
O dia todo na labuta.
No final da tarde quando já não havia mas luz, papai dava banho em cada um de nós.
Era um dos poucos momentos de afetividade, o contato com a pele do meu pai,,também quando ele lavava nossas mãos para que chupássemos manga.
Quando o último menino era banhado estava formada sobre as pedras a fiarada.
Seguiamos o caminho de volta para casa, já escuro, o medo de pisar em alguma cascavel.
Tenho muitas histórias da roça para contar.
De vez em quando eu lembro de uma,,vou até anotar aqui para escrever depois:
1- O dia em que vi gente pela primeira vez
2-
Esqueci as outras,,depois eu lembro

Hoje ele tem bursite

Em tempo: eu sei que este texto está repleto de erros..simplesmente não vou corrig-los..é que escrevi em alta velocidade...que isto seja respeitado
.

Nenhum comentário: